Amor à vida e amor à Verdade

Recebi por e-mail esta crítica sobre a Novela que a Rede Globo acabou de apresentar, e resolvi compartilhar por acreditar que as novelas influenciam tremendamente o comportamento das pessoas; é só lembrarmos que já foram feitas novelas para incentivar a doação de medula óssea, encontrar pessoas perdidas, etc., e todas alcançaram bons resultados. O que “O Amor à  Vida” incentivou?
 
  Uma novela chamada “Amor à Vida” está terminando. Sabemos que as novelas, principalmente aquela que vai ao ar no horário em que toda a família se encontra em casa, nos comunicam uma série de mensagens contrárias aos princípios bíblicos como: mentiras, traição conjugal, fornicação(sexo fora do casamento), adultério, prostituição, violência, etc. Porém, além de divulgar todas essas mazelas, “Amor à vida”  enfatizou e transmitiu à família brasileira a ideia de que todos devem enxergar e aceitar, com toda naturalidade, o homossexualismo, o casamento gay e a formação de uma “família” com a adoção de filhos pelo “casal” (ou par) de gays. Tudo, como sempre acontece nas novelas, programado e realizado dentro da mesma estratégia do Enganador (um dos nomes bíblicos do diabo): idéias transmitidas, com ou sem palavras, de maneira muito sutil, aumentando de intensidade gradativamente, temperadas com muito bom humor e envolvendo situações bem divertidas. Assim é feito para que a mensagem vá entrando bem devagar e repetitivamente   no coração e na mente dos telespectadores a fim de não encontrar resistência e, depois de algum tempo, a mentira seja aceita como verdade e a verdade seja batizada de “preconceito”, “homofobia” ou outros termos considerados politicamente corretos.
  No ano da Copa, podemos dizer que a Rede Globo, através dessa novela, fez mais um belo gol sobre os times das Igrejas Evangélicas e Católicas que professam o mesmo Novo Testamento, e por isso conhecem o Senhor e a verdade, mas que ainda aceitam passivamente todo o lixo televisivo que, diariamente, é despejado em nossos lares. A grande maioria de nós que batemos no peito nos identificando como cristãos, ao mesmo tempo, negligenciamos a ordem de Cristo para combater as mentiras deste mundo, vivendo e proclamando, com amor, as verdades da Palavra de Deus (a Bíblia), ainda que vá de encontro ao que parece ser normal para a sociedade. Porque está determinado que “as novelas, as pessoas, o céu, a terra, tudo vai passar mas a Minha Palavra, diz o Senhor, permanecerá para sempre”. A mensagem das novelas é sempre a mesma: “ame e aproveite a vida, de qualquer jeito, custe o que custar, usando as pessoas e aceitando qualquer tipo de amor”. A Bíblia, porém,  nos diz que o convite do “Amor à vida” é incompleto e, por isso, perigoso. O verdadeiro amor à vida depende do amor ao Senhor Deus, o criador da vida, que se revelou em Jesus Cristo, o qual nos alerta na Sua Palavra: “quem amar o mundo, a vida, a seu pai ou a sua mãe mais do que a Mim, não é digno de Mim.”
 
  Quem aprende a obedecer a Palavra de Deus, por amor a Cristo, torna-se livre para amar a vida, pela certeza da vida eterna depois desta vida, e aprende a diferenciar a verdade da mentira assim como a mão direita da esquerda.
 
Alexandre Fonseca de Melo
 
Que em 2014 o Senhor nos dê coragem e sabedoria para lutar conforme sua vontade, seu poder, suas armas e suas regras.
Abraço
Alexandre

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s